Agreste


Agreste pode ser vários lugares, tal como Marcélia Cartaxo pode ser várias mulheres (inclusive ela mesma). A atriz é colocada em situação de encontro com a natureza e com outras figuras femininas, duplos seus em alguma instância. Destes encontros surgem outras possibilidades para se operar no mundo da representação, que no filme é oriundo da mesma potência imaginária das brincadeiras de crianças em terrenos baldios.

Estreiou no Festival do Rio 2010 como Hors Concours na Première Brasil. Em seguida participou da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, e vários outros festivais

O longa metragem é  produzido pela Franco Filmes, e coproduzido pela Aruac Produções e Pássaro Films, tem como produtor associado o Canal Brasil.

ANO: 2010

Elenco:

Marcelia Cartaxo

Zabe da Loca

Sara Antunes

Maira Senise

Direção

Paula Gaitán

Produção executiva

Ailton Franco Jr. e Eryk Rocha