As muitas faces de um cafajeste - Jece Valadão


Exposição de cartazes da Magnus Filmes e Mostra de Cinema - de 29 de março a 10 de abril de 2011, na Caixa Cultural do Rio de Janeiro.

Há 50 anos, o filme Os Cafajestes, estrelado e produzido por Jece Valadão, e dirigido por Ruy Guerra, começou a ser rodado. Sucesso de bilheteria, o longa-metragem marcou o início da Magnus Filmes, criada por Jece, empresa que produziu mais de 30 longas-metragens, dos quais 15 rodados em apenas cinco anos. Talvez o mais frenético ritmo industrial experimentado pelo cinema brasileiro.

Para comemorar o cinquentenário e resgatar a memória desta importante produtora nacional, a Caixa Cultural Rio de Janeiro recebeu a mostra “As muitas faces de um cafajeste – Jece Valadão e os filmes da Magnus”, com exibição de 18 filmes, de 29 de março a 10 de abril de 2011. A mostra foi realizada pela FRANCO, com o patrocínio da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

 

ANO: 2011

PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA:

A deusa negra, de Ola Balogun (1978)

A navalha na carne, de Braz Chediak (1970)

As sete faces de um cafajeste, de Jece Valadão (1968)

Bonitinha mas ordinária, de J. P. De Carvalho (1963)

Dois perdidos numa noite suja, de Braz Chediak (1970)

Engraçadinha depois dos trinta, de J. B. Tanko (1967)

Eu matei Lucio Flavio, de Antonio Calmon (1979)

Mãos vazias, Luis Carlos Lacerda de Freitas (1971)

Memórias de um gigolô, de Alberto Pieralisi (1970)

Mineirinho vivo ou morto, de Aurélio Teixeira (1967)

Nós, os canalhas, de Jece Valadão (1975)

O escolhido de Iemanjá, de Jorge Durán (1978)

O matador profissional, de Jece Valadão (1969)

O torturador, de Antonio Calmon (1980)

Obsessão, de Jece Valadão (1977)

Os amores da pantera, de Jece Valadão (1973)

Os cafajestes, de Ruy Guerra (1962)

Paraíba, vida e morte de um bandido, de Victor Lima (1966)